Informação sobre leishmaniose, causas, sintomas e tratamento da leishmaniose, identificando os diversos tipos, como leishmaniose visceral e outras


segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Diagnóstico da leishmaniose

O diagnóstico de leishmaniose é comprovado pela demonstração da presença do parasita no tecido do paciente. Exames de cultura de sangue podem ser positivos e os protozoários, identificados por esfregaço de sangue. Também são úteis a biópsia do baço e o aspirado de medula, bem como o exame de raspagem da lesão com biópsia e cultura de tecidos. A pesquisa de anticorpos e a reação intradérmica de Montenegro (Reação de hipersensibilidade tardia ) se constituem no melhor método de confirmação diagnóstica.
Tanto nos casos de leishmaniose cutânea, como nos casos de leishmaniose visceral, o paciente pode apresentar-se com uma história de:
- uma estadia anterior em área endémica;
- imunossupressão;
- tratamento anti-leishmaniose anterior;

Sintomas e sinais de leishmaniose

Os sintomas e sinais de leishmaniose visceral incluem:
- febre prolongada;
- fadiga;
- perda de peso;
- dores de cabeça;
- tosse;
- epistaxe.


ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL