Informação sobre leishmaniose, causas, sintomas e tratamento da leishmaniose, identificando os diversos tipos, como leishmaniose visceral e tegumentar americana. Abordamos a leishmaniose canina, com dicas para prevenção desta doença.


Distribuição Geográfica da Leishmaniose

Com a exceção da Antártida, Leishmania foi relatada em todos os continentes. Estes organismos são principalmente endêmicos em regiões tropicais e sub-tropicais e doenças humanas ocorrem principalmente em África, partes da Ásia, Médio Oriente, América Latina e região do Mediterrâneo. Na Europa, a leishmaniose parece estar a espalhar-se para o norte a partir de seus focos tradicionais. A distribuição de cada uma das espécies de Leishmania afeta o tipo de doença que ocorre em cada região, bem como a sua gravidade. L. donovani é causador da leishmaniose visceral no sul da Ásia e na África. L infantum causa esta doença na região do Mediterrâneo, Médio Oriente, América Latina e partes da Ásia. A leishmaniose cutânea é causada maioritariamente na África, no Médio Oriente e partes da Ásia, por L. tropica no Oriente Médio, no Mediterrâneo e partes da Ásia, e por L. aethiopica em partes de África. Muitas espécies diferentes podem estar envolvidas no Hemisfério Ocidental, onde a leishmaniose cutânea pode ser encontrada desde o México através da América do Sul.
Na América do Norte, os focos de infeção são limitados. Foram reportados no Canadá e nos EUA casos de leishmaniose canina causada por L. infantum tendo ocorrido principalmente em Foxhounds e tem sido relatada numa série de Estados e partes do Canadá e dos Estados Unidos. Casos humanos não têm sido associados a estes animais. Além disso, um foco de leishmaniose tegumentar que surge esporadicamente afeta seres humanos ou animais domésticos e é encontrada no sul do Texas Central, onde uma espécie de Leishmania (possivelmente um membro do complexo L. mexicana) parece ser endêmica. Austrália parecia estar livre de Leishmaniaaté antes de 2004, quando este organismo começou a ser relatado a partir de cangurus, wallabies cativos e outros marsupiais. Casos importados de leishmaniose podem também ser vistos nas áreas onde Leishmania. não é endêmica.

Índice dos artigos relativos a Leishmaniose
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL